Philosophie
Kunst
Wissenschaft
Newsletter
Erweiterte Suche

06.10.2019 14:19 Alter: 10 days

Limite(s)


Convocatória de comunicações

Theme: Limite(s)
Subtitle: Experiências e Desafios da Humana Condição
Type: II Congresso Internacional
Institution: Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e
Globalização (IEAC-GO)
  Câmara Municipal de Viseu
Location: Viseu (Portugal)
Date: 12.–14.3.2020
Deadline: 15.11.2019



Em geral, associamos o conceito de limite a fronteira, marco, fim,
baliza, magnitude fixa, obstáculo, restrição, repressão (social,
física, psíquica, legal); à linha, real ou imaginária, que separa
algo (espaço, tempo, sentimento, capacidades, forças). O limite
insere o ser humano no universo do conhecido, do vivido, do dominado
ou possuído, do que se alcança; o limite torna-se necessário, porque
é perante um limite que cada coisa se define, ganha forma, se diz, é
o que é. Paralelamente, e em sentido diverso, a modernidade a que
Zygmunt Bauman chamou líquida tem como matriz um tempo veloz – o
tempo líquido, em que nada é feito para durar –, que parece
considerar que qualquer estado relacional com alguma solidez é um
insuportável limite para a liberdade. O limite está, portanto,
sujeito a perspetivas dissimilares, a apreciações heterogéneas.

Por outro lado, vemos despontar, em várias dimensões do nosso tempo,
dinâmicas sociopolíticas de questionamento e resistência à mudança, a
uma expansão cultural do humano para além das fronteiras, que podem
exprimir o valor da identidade ou o receio da diferença; evitando a
incerteza, o limite traduz o ponto até ao qual se pode ir de forma
segura, já testada, em contraste com essa outra dimensão do humano
que é o constante desejo do novo. Ora, se o humano e a sua obra se
circunscrevem nas linhas, reais ou imaginárias, da finitude, o mundo
globalizado em que grande parte da humanidade habita atualmente
permite projetar essa mesma obra, nos seus múltiplos domínios de
expressão – ciência e técnica, cultura e comunicação, religião,
política, arte –, para expansões que parecem estar para lá dos seus
limites originais.

Por tudo isto, o limite oferece-se ao humano, hoje como nunca, como
um ponto de partida, um começo, um desafio ao mais além; e esta
projeção é uma experiência por acontecer, é o desconhecido por
revelar, é o real por criar. E este ultrapassar da finitude – este
desafio à condição bio-psíquico-socio-cultural-espiritual dos seres
humanos – contém já a pergunta pelo limite deste por acontecer, por
revelar, por criar. O conceito de limite tem, pois, como correlato os
conceitos de eternidade, imensidão, incomensurabilidade, superação,
libertação.

O II Congresso Internacional Limite(s): Experiências e Desafios da
Humana Condição pretende prosseguir a prática de convocar debates
transversais e inclusivos e de ouvir a reflexão de académicos e
profissionais, num espaço interdisciplinar de liberdade e procura, de
construção e mútuo enriquecimento.


Áreas temáticas

Áreas temáticas

1. Antropologia e Sociologia
a) Atitudes, crenças e símbolos na relação com o(s) limite(s)
b) Representações e ocultações sociais do(s) limite(s)
c) Questionamentos éticos relativos a experiências do(s) limite(s)

2. Artes
a) Experiências e desafios de limite(s) no cinema, no teatro, na
  fotografia, na dança, na literatura, na música, nas artes visuais,
  nas artes de rua, nas artes efémeras
b) O(s) limite(s) teóricos e operativos da definição e da crítica nas
  artes
c) Reflexos-limite das artes na vida dos indivíduos e das sociedades

3. Ciência e Tecnologia
a) Experiência de limites, humanos e tecnológicos, na investigação
  científica
b) A ciência e a tecnologia como expressão da ânsia humana de
  ilimitado
c) Poder fazer e dever fazer: os limites éticos do exercício das
  capacidades e das possibilidades

4. Comunicação
a) A imposição de limites no recurso aos meios de comunicação:
  exposição e censura
b) O exponencial alargamento da comunicação e a dilatação dos limites
  subjetivos, geográficos, históricos e outros
c) Limites da verdade e da mentira na comunicação pela palavra e pela
  imagem
d) Limites da construção do eu na relação com os produtos da
  comunicação

5. Desporto
a) Limites, autossuperação e motivação
b) O culto dos heróis do desporto e seus limites
c) O exercício físico como superação de limites em todas as idades do
  ser humano

6. Direito, Economia e Política
a) Limite(s) da economia no quadro do desenvolvimento sustentável, do
  uso da terra, do crescimento económico, da solidariedade e da
  felicidade
b) Limite(s) do poder: administrar, legislar, proteger, cuidar
c) Fronteiras, migrantes e refugiados

7. Ecologia
a) O ser humano como ser natural: limite(s) da integração específica
b) Limite(s) do uso humano dos recursos naturais
c) Práticas e pedagogias indutoras de limite(s)

8. Filosofia
a) Grandes debates filosóficos sobre o(s) limite(s) do humano, da
  razão, da vida, da arte, da expressão, do poder, da vontade, do
  saber
b) A utilidade do(s) limite(s) – definição, conceito, linguagem – nas
  diversas disciplinas filosóficas
c) Limites absolutos e relativos; limites superiores e inferiores;
  limites naturais e culturais

9. História
a) Os acontecimentos mais significativos da história da humanidade à
  luz da experiência e do desafio do(s) limite(s)
b) Impacto das experiências-limite na vida individual e coletiva,
  quer no imediato, quer pelas gerações
c) A importância histórica e social dos exploradores, dos inventores,
  dos percursores, dos pioneiros

10. Medicina
a) Os limites da vida humana: morte, experiência de post mortem e
  regresso à vida
b) Trabalhar habitualmente nos limites: decisão e operação
c) Os limites da medicina e da pesquisa científica: realidade e
  questões éticas e morais

11. Psicologia E Psiquiatria
a) A questão dos limites à luz da psicologia clínica, educacional e
  das organizações
b) As definições e a perceção social do que está dentro e fora dos
  limites
c) Educação, formação e estabelecimento de limites
d) Limites psíquicos nas diversas idades do ser humano

12. Teologia
a) O conceito de limite(s) nas diferentes religiões
b) O conceito de limite(s) nos diversos livros e documentos religiosos
c) Limite(s) e alcance dos textos religiosos


Inscrição

A Comissão Científica deste Congresso recebe propostas de comunicação
até ao dia 15 de novembro de 2019. As propostas de comunicação
deverão enquadrar-se numa das áreas temáticas do Congresso (as
subáreas são apenas indicativas) e ser enviadas para:
congressolimites@gmail.com

Das propostas de comunicação devem constar os seguintes elementos:

- título da comunicação em português e inglês
- resumo da comunicação em português e inglês (até 2500 caracteres
 cada)
- cinco palavras-chave em português e inglês
- resenha biográfica do autor em português e inglês (até 1000
 caracteres)

As propostas de comunicação serão avaliadas pela Comissão Científica
do Congresso e serão integradas num dos seguintes grupos:

a) aceite para comunicação oral durante o Congresso
b) aceite para integração no Livro do Congresso, como artigo
  científico
c) não aceite, por falta de qualidade científica ou por desvio da
  temática

Até ao dia 30 de novembro, será comunicado a cada proponente de
comunicação o parecer relativo à sua proposta. Os proponentes cuja
comunicação for aceite, em qualquer das duas modalidades, deverão
proceder à sua inscrição no Congresso até ao dia 10 de dezembro,
enviando o comprovativo do pagamento para:
congressolimites@gmail.com

Cada proponente pode apresentar o número de propostas que entender,
individualmente ou em grupo. A Comissão Científica do Congresso
poderá selecionar mais do que uma comunicação do mesmo proponente.

No caso de as comunicações serem feitas por um grupo, todos os
elementos do mesmo devem inscrever-se no Congresso e pagar a
inscrição.


Sítio web do congresso:
https://congressointernacionallimites.pt